PÁSSARO DE FOGO

Data 13/10/2011 12:09:43 | Tópico: Poemas

Entro nos jardins encantados e temíveis
Habitados pelo misterioso e pelo ameaçador
Persigo o amor sonhado
Seguindo o maravilhoso pássaro de fogo
Que capturo e logo liberto
Às suas veementes súplicas…
Ele quer a sua liberdade
E promete-me auxílio
Para te encontrar e seduzir

Criaturas malévolas e mágicas
Espíritos vulcânicos flamejantes
Rodeiam-me sem tréguas…
O pássaro surge rompendo o ar
Fico suspensa pela sua dança infernal
Cheia de vivacidade e ligeireza
As forças do mal são destruídas
O pássaro desaparece no infinito
Tu chegas como uma lâmina de luz
E ficamos no encantamento do beijo
E na imortalidade do amor…

OUT.2011

(Inspirado no «Pássaro de Fogo» de Igor Stravinsky)


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=201976