treze foi o dia que me viu nascer ou aquele em que vénus se protegeu de apolo com uma sombrinha

Data 14/07/2012 00:01:05 | Tópico: Poemas




quando se conjugam as estrelas
neste quadrante em que nasci
e no número que não escolhi
digo te quão difícil é fugir dos deuses
que nos marcaram a ferro e fogo
uma vida que nunca se encontra com a outra

que culpa tenho eu desta hybris
de um parental que trago no sangue

e que tragédia me afasta de ti
e me deixa o sentimento exangue




Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=226613