ALFORRIA.

Data 04/05/2013 22:36:39 | Tópico: Poemas -> Amor

Escravo,
por ti sou libertado.

Amanheço.

Tua canção me cobre.
Contemplo a tua lua, branca.

Tudo é entrega.

Constelação.

O céu são teus seios.

Sou pássaro que pousa,
última estrela.


parte II.



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=247121