"[O ACRE E O SAL DA SOLIDÃO]".

Data 03/06/2013 14:52:45 | Tópico: Poemas -> Esperança

Solidão que desvirginas a paz,
adentra nos puros corações
dotada de enorme poder capaz
fomentas dores e projeções
com crescimento voraz
levados ao ápice das decepções.

Respaldas tudo em tristezas
atrofiando amores existentes
expelindo valores de incertezas
no acre e sal de males reagentes
deixando fora tantas belezas
de grandes paixões proeminentes.

Descolores ofuscando as alegrias
para eternos dolorosos breus
amostras que nos próximos dias
tem-se que pedir proteção à Deus
que assim voltes as harmonias
tirando a solidão dos corações seus...



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=249016