Fail do playa

Data 18/06/2013 01:08:47 | Tópico: Poemas

Homem de barba feita e gel,
mulher com baton e rímel,
noite quente e de tentação,
gera algo de preverso e cruel.

No meio das ondas o acto dá-se,
levas um não mas tá-se,
segues em frente em direcção ao bar
vês uma gaja que te está a galar.

Invocas o teu charme de playa,
e metes um papel com o teu número na testa,
na esperança que ela o leia,
no meio daquela festa.

Num piscar de olhos ela desaparece,
parece que ainda está lá,
o olhar dela ainda te aquece,
tentas encontrá-la mas esquece.

O chão vibra de adrenalina,
e não precisas que te leiam a sina
a noite vai-te correr-te mal,
porque não encontrarás nenhuma garina.




Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=250053