Catita!

Data 24/06/2013 15:39:29 | Tópico: Poemas

Catita

Ó meu amor, minha amada
és um sonho enluarado
coberta por essa névoa
Lua, és um poema velado

Poetas não fiqueis tristes,
é cedo para deitar.
Paciência nunca esgota
e já estão a imaginar?

Ela aparecer a brilhar!
O seu jeito de quem fita
quem a está, a espreitar
Não faz poesia, catita!??

Vólena



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=250443