É Com Fé Que Se Constrói O Destino

Data 30/06/2013 21:40:15 | Tópico: Sonetos

Sou um pescador, de nobres emoções,
Navegando na imensidade do mar...
O mar do coração e suas aspirações;
Às vezes sob o céu azul, noutras ao luar...

Também um bom cavaleiro viajante,
Pôr terras distantes, do mundo sem fim:
- Um Tuareg da paz, caminheiro amante,
Da rubra flor qu’ brota no belo jardim.

Contemplo o rei sol em sua nascente,
Nas colinas do oriente, ele é emblema...
Da esp’rança qu’ triunfa reluzente.

Do destino sou o artífice, o tema...
O escultor, com o cinzel n’alma, ciente
Do labor, de esculpir à fé como lema.

-**-Elias Akhenaton-**-



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=250851