Éden

Data 11/08/2013 02:13:06 | Tópico: Poemas -> Amor

O teu olhar,
reflete o jardim do éden
Importas dos montes um aroma selvagem
Teu corpo nu, sinuoso,
implode de desejo,
cegas de paixão!
Teus lábios são como pétalas de amendoeira em flor,
que me roçam em blandícias ardentes
És a estro da noite,
sereia do meu mar
és fragilidade dum poema,
és a estória por inventar,
A lua
olha-nos,
cobiça-nos,
Nadamos nus na enseada,
amo-te na noite.


Luís Paulo


Queria tanto ser poeta,
Falar do mundo…
Do amor
Porque não da dor?
Do sofrimento?
Da injustiça então…
Enfim, falar do meu sentimento

Luís Paulo





Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=253471