Amor à Lua

Data 19/09/2013 01:42:39 | Tópico: Poemas






"Se nessa longa madrugada de solidão,
Vejo que em meu peito não estás reclinada,
Resta-me apenas rogar-lhe, ó Lua fascinada:
Libertai-me desta melancólica escuridão,
E sejais por apenas uma única noite,
Minha doce e eterna amada."



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=255584