TROTTOIR.

Data 14/12/2013 01:03:26 | Tópico: Poemas -> Sociais

Miragens náufragas
em cada copo,
as horas
debulham-se,
trottoir...

Tempo desbotado,
vultos-anjos,
desfolhados...

Nas mãos a inquietude,
na alma o silêncio.
No bar, diuturno,
café requentado,
aguardamento...


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=260120