"DO MEU SILÊNCIO"

Data 04/02/2014 20:38:54 | Tópico: Poemas

Silencio com dor e simplicidade
Escrevo versos, desconexos e rabiscos
Tropeçando e caindo
Aprendi que a vida é um jogo
Para ganhar ou perder
Perde-se mais que se ganha
Ganhasse mais do que se perde
Esquecendo-se os medos
E muitas vezes as próprias limitações
Olhando o horizonte com confiança
Alimentando-se com amor
Navegando por aguas firmes da saudade
Esquecendo as lágrimas
Turvas do silencio e da solidão
Observando a beleza flutuante da alma
Deixar entrar o brilho intenso do amanhecer
Como a mais bela flor abrir no jardim encantado
Tirando da alma fustigada de desilusão
Quimera de um sonho
Guardo e espalhado ao vento da minha dor
Do meu lamento esquecido e perdido.



Isabel Morais Ribeiro Fonseca



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=263187