Saudade de um grande amor ausente

Data 01/05/2014 19:14:48 | Tópico: Poemas

Vejo teu rosto
mas, não te encontro.
Teu olhar está perdido,
distante dos meus olhos.
Onde foi parar aquele brilho,
que resplandecia do teu olhar?
Será que a estrela cadente levou?

Vejo teu coração
mas, não encontro
o teu amor por mim.
Tua indiferença é marcante.
Onde foi parar aquela dedicação,
que transbordava dos teus gestos?
Será que tu perdeste o mapa da minha alma?

Estou sangrando de saudade,
cortada nos pulsos do coração
pela faca da tua vingança,
pelos meus sentimentos de solidão.
Onde foi parar aquele sorriso,
que iluminava o teu ser?
Será que a serpente te envenenou?

Onde está meu grande amor,
que já existiu para mim,
mas, está ausente em ti?
O que foi feito dele?
Para onde foi?
Quem o levou?
Será que nunca mais irei vê-lo?

Esse diamante da saudade
vai durar o tempo do seu quilate,
vai cortar o meu sofrer,
vai corroer meu coração,
tirar a ilusão da minha mente.
Será que ainda tu sente saudade de mim?
Ou, a Lua te fez esquecer nas tuas divagações?

Vou seguindo pelo caminho,
tentando não lembrar do agora.
Mas, a lembrança do que tu foste para mim,
vai ficar para sempre no meu peito dormente.
Não espero mais nada de ti.
O homem que me amou
e que eu amei,
não está mais contigo.


Escrito em 2009.



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=269371