Observando a vida...

Data 30/05/2014 21:10:20 | Tópico: Poemas

Nossas vidas muitas
Vezes na contramão
Nos alimentando
De poesia em nossos dias...

Temos o nosso legado deixado
Como sementes plantadas
No espaço e no tempo
No vão do pensamento
No vácuo existente
Que jamais será
Esquecido pois somos somente

Um observador da vida...

Vida esta,
Que nos faz herdeiros
Da Sombra e da luz
Da sabedoria
Muitas vezes fruto
De nossa ignorância
Pois, aprendemos
Pelo amor ou pela dor...

Que nos alimenta
A dualidade do ser
Dentro de "nosso mundo"
D'onde tudo podemos...
O queremos acontece
(que é o mundo da poesia)
Nos fazemos
Donos de nossa história...

Nosso filme onde somos
O artista principal
E nunca coadjuvante
Seja de amor ou de dor
Nos reflexos do espelho...

Somos feitos observadores
Com a ampulheta do tempo
Que chega para todos os viventes
Nos ensina a ter
A olhar de um novo ângulo
Por uma nova perspectiva
N'uma tríade verdade
Que nos envolve alma
Na imortal idade que
"acreditamos ou não"...

Com a lapidação
Do próprio diamante
Muitas vezes na carne
Na pele,
No peito
Onde escrita
No grafite dorme...

O observador da vida...
Pega a pena e o tinteiro
Molhado em poesia
Seja noite ou seja dia
Esculpe, tece, molda,
Sutura a dor do aprendizado
Na melhor forma do viver
Subindo e descendo degraus no tempo
No espaço em que seus olhos veem
D'um sensorial sentir...

Vestido em poesia
Se faz na vida
Um eterno aprendiz...


Ray Nascimento

Esta poesia foi inspirada numa conversa entre o meu amigo e poeta Keithrichards e eu - que me relatou um filme que havia assistido e que inspirou também, um poema O OBSERVADOR DA VIDA de autoria do amigo.



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=271407