Tolo Amor!

Data 27/06/2014 13:03:28 | Tópico: Poemas -> Amor

Era preciso... foi o ensaio
da alma
prometido
pelo ego da incerteza
linha de acesso... escura... turva
sem clareza
visões daquele único olhar
até... sombrio, sem coragem
retina que falhava
quando na verdade
deveria piscar....
para o sol... vida de calor
aos corpos vencidos, sem atitudes
para encarar
que... a paixão era o norte
que o vento foi mais forte
e afastou... o pouco que
se desfez de muito
dois injustos à reclamar
do amor cego... perdeu o privilégio
hoje...lenda, mistério
miragem fora do alcance
alto e profundo
verbo regado amar...
sem maresia
foi o preço que escolheu pagar.


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=273457