sidéreo

Data 09/07/2015 00:13:35 | Tópico: Poemas

é pela manhã bem cedinho
quando o pássaro
começa o seu canto
que tudo me parece sidério
e é tão extenso o cenário
em que voo
nem sinto o chão que piso
o vento traz as fragrâncias da vida
danço no transe do meu olhar
e só por isso vale a pena acordar

ana silvestre
.





Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=295988