GESTAÇÃO

Data 30/07/2015 12:31:26 | Tópico: Poemas



...fosse eu
um vinco na terra
fio d’água a serpentear
ao pé da serra me gestaria
de correnteza caudalosa
p'ra essa água levar...



...fosse eu
a inocência da manhã
ou chuva fina ao fim de tarde
faria amor
com o deus dos ventos
pra fecundar a tempestade
e me tornar Iansã...



de coisas assim a vida
vai suprindo os meus dias
amálgama o meu ser
água, brisa e paciência
por que o meu ventre
está prenhe de poesias
que demoram por nascer...


Maria Lucia (Centelha Luminosa)



Mitologia Africana - Iansã, Senhora dos relâmpagos e das tempestades, Iansã ou Oya é um Orixá muito famoso e popular no Brasil.
É saudada como a deusa do rio Níger. E mesmo estando relacionada à água pelo rio e pela tempestade, ela também está relacionada com o fogo e com o ar (furacões, ventania). Isto indica a união de elementos contraditórios e conflitantes, o que vai influenciar diretamente a personalidade da deusa.
Representante da sensualidade desenfreada e das paixões avassaladoras, seus sentimentos são intensos. Não há meio termo com ela, ama e odeia com a mesma intensidade.
Iansã, apesar de ser feminina e vaidosa se aproxima mais dos terrenos consagrados tradicionalmente ao homem. Em sua mitologia está sempre presente em campos de batalha e em caminhos onde riscos e aventuras se misturam. Enfim, não é o feminino apregoado pela cultura vigente. Não aprecia afazeres domésticos, e está sempre longe do lar. Mesmo assim, é extremamente sensual e fogosa.
Tendo muitos amores e verdadeiramente se apaixonando por eles (ela foi casada com quase todos os Orixás, adquirindo seus poderes com eles). Todavia, a fidelidade dela não está necessariamente relacionada a um homem, mas às suas convicções e aos seus princípios.

Fonte:
http://ulbra-to.br/encena/2014/11/28/ ... ampagos-e-das-tempestades



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=297083