Sopro de vento

Data 26/08/2016 20:58:34 | Tópico: Sonetos

Em cada sopro de vento eu sinto
Os teus lábios a me sussurrar
Carícias que em versos pinto
Em telas de amor para te dar.

E quando esse vento sopra forte
Ai que loucura meu deus, rodopia
Desejo em mim, mas que boa sorte
Nos teus braços sentir a ventania.

Vento dum sul ou vento de um norte
Não m´importa a sua direcção
Só é condição que em ti aporte.

E ao sabor do vento, coração
Vai e vem, doce a tua morte.
Feliz é quem só morre de paixão.







Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=313451