ESTRANHOS TEMPOS

Data 07/10/2016 13:45:58 | Tópico: Poemas

TEMPOS ESTRANHOS
Autor: Carlos Henrique Rangel

Estranhos esses tempos
Que culpado estou
Antes de qualquer coisa.
Direitos roubados.
Liberdade roubada.
O desfalque democrático
Vendendo o país.
Estranhos tempos esses
Em que alguns poderosos
Se tornam mais poderosos
Podendo tudo
Contra os que não podem nada.
Estranhos tempos do Grande Irmão
Travestido de herói.
Os jardins estão pisoteados
E as flores não crescem mais.



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=315017