Onisciência

Data 30/04/2017 04:29:49 | Tópico: Poemas -> Solidão

Um eco ecoa pelo vão da solidão,

Mas não pode ser ouvido por ninguém

A não ser pelo infinito - além

Pela onisciência do Deus da criação

Uma alma que grita seus ais...

Não confia noutro neste mundo louco

Todo silêncio tornou-se pouco

Porque assim. Quer o mensageiro da paz!


Mary Jun
22/04/2017


Imagem Google
http://www.eternoretorno.com/wp-conte ... 08/10/noite01-pietkra.jpg



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=323082