Cativar e cultivar

Data 18/05/2017 18:40:33 | Tópico: Poemas

Até conhecer-te não mais queria esta incumbência,
Por sentimento algum, afeto, querença.
Cativando, deixava a vaguejar, sem pudor,
Sem temor e sem amor.
Inconsequentemente causando dor.
Teu sorriso deu-me o desejo de estar, de cuidar,
Zelar, amar, não por paixão ou obrigação, mas por querer,
Um querer ser, um querer seu, um querer meu
E assim um só querer.

Querer ser responsável por cativar-te!




Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=323723