Romeus e Julietas

Data 09/10/2019 17:55:39 | Tópico: Poemas

Cultivando as dores de um passado vulgar
com saudades de momentos promíscuos
eles seguem…

Tiram as cascas para não cicatrizar
E suas feridas expostas às moscas
criam vermes

São bichos, os frutos daqueles momentos
agora rimados com tanto esmero
e sentimentos

Fazem essências do cheiro de porra
da rachada fedida balsamo suave
e o céu aquela cama de zona

Falam que aquela foda mal fudida
agora, após a impotência
foi a melhor da vida

Putas e Putanos das sarjetas
nos versos sempre são verdadeiros
Romeus e Julietas

Viva a Poesia!


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=346068