UM CAVALO DE BATALHA

Data 20/10/2019 13:52:40 | Tópico: Sonetos

UM CAVALO DE BATALHA

Insisto: Nem tudo é de verdade...
Reservo-me o direito de fingir!
De especular, de achar e de mentir
Sem qualquer ilusão co'a realidade.

Convivo com alguma insanidade,
Cuja sabedoria me é devir.
Tenho aprendido a ser para existir,
Outrando-me com grande liberdade.

Faço d'isso um cavalo de batalha
Que, para bem ou mal, pela vanguarda
Meu estandarte traz contra a metralha!

Se a vida tanto falha quanto tarda,
Eu uso a fantasia que me calha,
Seja eu quem for por sob a pele parda.

Lagoa Santa - 20 10 2019


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=346285