O Meu Querer...

Data 16/04/2008 11:48:16 | Tópico: Poemas -> Esperança

Cores quentes!
Ardentes!
QUERO VIDA!
Ao céu não chegam vontades roucas
Olhar branco, farrapo de céu...
Onde se calam as vozes...
É mar de silêncio!
QUERO PAZ!
Alaranjados gritos...
... raivas
... espasmos de fuga!
... desmaios de emoção enrolados no pó da estrada...
QUERO EMOÇÃO... MUITA!
Amarelo, o tal cansaço!
A rouquidão do desespero...
A afonia que pesa e prende ao chão quando as asas quebram.
Branco é o silencio que o amarelo não deixa tocar...
QUERO REVOLTA!
Calem-se todas as cores quentes!!!!
Deixem-me arrefecer!
Preciso apagar-me...
Extinguir-me!
Ser branco que se perde no céu
Que se funde na onda que tarda
Gota de mar...
QUERO...
... quero ser silêncio em tons alaranjados
... quero tudo em cores de nada

... quase nada!
Ou quase tudo...

QUERO TUDO...
Quero nada...

é. quero!
(em maiúsculas)

E.L.
2008


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=35143