Pedaço de mim

Data 01/08/2020 20:03:22 | Tópico: Poemas

Com pedaço de mim vou buscando a maturidade de um amor
que se torna indeciso, mais recíproco;
colocando em minha estrada pedaços de nosso amor,
para que eu lembre o caminho de volta
e não me perca nas intemperanças da vida que tento construir;
colocando os beijos dados com volúpia,
mesmo quando não está afim;
nem vem que não tem,
parece irônico mais é amor também;
assentando na raiz da minha pele
os desesperos, os medos, os sonhos
e as cicatrizes do amor que vivo ardentemente.

Com pedaço de mim entrego a metade afastada no seu olhar,
a saudade e o tormento é pior que o sentimento,
é pior que a escravidão;
assim vou seguindo meu caminho,
seguindo você por becos e vielas escuras,
velando seu caminhar tímido e cheio de graça,
lá vai a menina que vem e que passa na saudade que dói latejada,
assim fisgada, adorada em mim.

Com pedaço de mim busco reviver a adolescência irresponsável
mas verdadeiro, legitimo mas falso, pagão mas piedoso,
hipnotizado no olhar de desejos que sentimos um pelo outro;
depois de tudo isso o que dizer! Amo você loucamente;
que meus pedaços caem como dores
por suas mãos macias e suaves que teimo em acariciar.

Com pedaço de mim busco um final feliz,
busco um dia diferente,
mudar o mundo, ser um líder do seu coração,
poder submeter-me aos caprichos de seu amor,
diluir-me em suor aos toques de suas mãos,
permitindo assim que eu ao ser tomado, tocado, envolvido,
tragado por seu beijo faminto ao meu,
possa simplesmente sonhar e acreditar
que você me ama como eu amo você de verdade.


TCintra


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=352092