PARTÍCIPE PRESENTE

Data 01/08/2020 21:27:24 | Tópico: Sonetos

PARTÍCIPE PRESENTE

Hei-de ter co’a tristeza errando errante,
Enquanto eu de mim mesmo andar ausente.
Faz algum tempo tudo está pendente
Como se a vida estivesse extenuante.

Todo insucesso sempre é instigante
E sempre reflexivo um decadente...
Restou-me ser partícipe presente,
Enquanto a realidade está instante.

Pensante, mas agindo por instinto.
Inobstante eu passasse por insonte,
Vejo-me como aquele que é pedinte.

Instando por meu ais, seria extinto
O fogo d'onde, Fênix ao horizonte,
Azulo em desespero sem seguinte.

Betim -30 05 1996


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=352093