Transformações incompatíveis

Data 22/08/2008 04:43:41 | Tópico: Poemas -> Amor

Transformações incompatíveis p/ Carlos F. R.

Transformei-me em saco de boxe sem pugilista
Num ringue sem espectadores,
Transformei-me em moto sem pista
Num ruído sem motores.
Transformei-me em árvore sem fruto
Num sumo sem sabor,
Transformei-me em roubo sem furto
Numa agressão sem dor.
Transformei-me em barco sem mar
Num veleiro sem vela,
Transformei-me em desculpa sem perdoar
Num prisioneiro sem cela.
Transformei-me em memória sem consciência
Num cérebro sem maça encefálica,
Transformei-me em drogado sem dependência
Numa seringa sem ponta metálica.
Transformar-me-ei em qualquer coisa incompatível
Sempre que o meu mundo não se transforme no teu,
Tudo o resto para mim se tornará desprezível
Até que para sempre te transformes em algo meu.



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=49232