BOTÕES, ESTREITOS, FUGAS E PAIXÕES...

Data 06/10/2008 15:23:07 | Tópico: Poemas -> Fantasia

Desta sacada atemporal
Nauta de ondas e linhas
Ver a voz, peles cálidas
Esse tesão, amor carnal
Pele em finas sedas.

Arrombos e exageros na tarde
Ávida na carne, arde
A volúpia com que me beijas
Rompo todo essa matilha
Aflorando aos olhos, esses seios
Rasgo farto de desejos.

Trazendo-te para minha Ilha
Luz que vaga entre estreitos
Sorrateiro tomando-te em lascívia
Tantos gozos, o ar alivia
Avivando teus tremores nesses galanteios
Toma minha mão.

Tantos beijos nesta boca rubra
Seu peito arfa para que te descubra
Tal ardor e paixão
Hummmm! toma a estrada em fuga
Foge daquilo que é saudade.

Busca este artífice é verdade
Nesta Ilha fantástica que te busca
No brilho fosco da noite
Serena pela intensa paixão
Lavras pedaços do coração.

Para navegar na rede
Feliz, adelga o cólo
Apartes dos botões que abrem
O corpo nu, outra viagem.

Lívida pétala, um gozo novo
O amanhecer em sonho se esvai
Novas cantilenas de pássaros
Só, estranhas a falta de afagos
De que Ilha essa paixão lhe cai.



Abílio Pereira


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=55671