Além da razão

Data 14/04/2007 03:33:20 | Tópico: Poemas -> Reflexão

Desolado no abismo do esquecimento
Não existe nenhum modo de erradicar
Apagar,desvanecer,ignorar
A dolorosa razão que me arrastou para tal
Razão que está presente na minha expressão
No meu olhar,no meu respirar,no bater do meu coração
Um enfraquecido espinho no meu pilar de memórias
Que cresce desmesuradamente sem receios ou misericórdias
Mas é uma razão sem base,sem fundamento
É uma razão sem razão existente
Volto e voltaria a respirar o esquecimento
Apenas para olhar nos teus olhos
E perfurá-los para alcançar
A verdade da razão que escondeste.



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=5737