Desenhos de amor

Data 11/06/2009 03:57:17 | Tópico: Poemas -> Amor

No meu caderno escolar,
traço com o meu lápis,
a forma do teu rosto,
desajeitadamente.

O meu lápis percorre o meu caderno levemente,
deixando marcas e figuras,
desenhos de amor,
letras e palavras embebidas de paixão.
E a sua ponta está desgasta.
Escreve, pinta, desenha,
trabalha arduamente,
para colocar os pontos nos i's,
escrevendo e desenhando aquilo que sinto por ti,
a loucura dos meus gestos,
a veracidade dos meus sentimentos.

O meu lápis está cansado!
Não tem direito a qualquer descanço.
A sua aparência é a antitese do nosso amor:
quanto mais a paixão aumenta,
mais o seu tamanho diminui.
E eu quero que ele diminua,
que desapareça,
que se transforme em desenhos e frases de amor,
para que eu saiba que desta vez vai correr bem,
que o nosso amor aguenta firme,
e que não é um sonho,
nem uma simples fantasia.


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=86528