O lençol

Data 20/06/2009 11:43:24 | Tópico: Prosas Poéticas

Claro que gostava de dormir contigo,
Agora que a minha cama me engole o corpo,
Neste quarto quente e solitário.
Reviro o sono do anseio.
Preciso de me sentir estático e abraçado
Pelo sonho da tua presença.
Esta noite sou insónia.
Não me entra na cabeça o inconsciente
Do dormir profundo e calmo.

Volta!

Devolve-me a almofada do teu corpo
E cobre-me com a acalmia da tua pele.
És o meu lençol.

20 de Junho de 2009




Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=87692