Abre asas

Data 21/06/2009 21:34:19 | Tópico: Poemas -> Amor

Abre asas, minha pomba
Deixa-me ver-te voar
Para sonhar que um dia
Te poderei alcançar

Voa, pombinha, até mim
Vem pousar na minha mão
Como há muito tempo em ti
Já pousa o meu coração

Roça-me a pele, pomba minha
Arrulha no meu ouvido
Deixa-me tocar-te as penas
Mostra que sou o escolhido


19/8/07


(Brincadeira ao meu amigo R., inspirado na sua paixão-pomba ;) )


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=87856