O Mundo Com Que Sempre Sonhei

Data 20/07/2009 21:13:59 | Tópico: Poemas -> Dedicatória

Como,
Seria simples pronunciar uma palavra amiga
Estender a mão ao irmão que sofre
Dar de comer a quem tem fome
Dar de beber a quem tem sede
Passar a mão pelo rosto ao infeliz.

Gestos simples
E humanos de tão simples.

Desconfiados de tudo e de todos
Deixámos de acreditar nos outros
E em nós próprios
Tolhidos pela rotina nefasta
De um quotidiano sem causas nem sentido.

Como seria simples pronunciar
Uma palavra amiga
Estender a mão
Deixar cair uma gota de água.

Gestos simples
De cada um
E de nós todos.

O mundo amanheceria diferente
A guerra daria lugar à paz
A inimizade à amizade sincera e leal
O mundo adormeceria diferente.

Irreconhecível!

Fraterno
Igual
Livre

O Mundo Com Que Sempre Sonhei.

Neno

"Amicus certus in re incerta cernitur"



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=91364