https://www.poetris.com/
Luis R. Santos (Aquazulis) : Encontro Fatal
em 02/07/2016 02:39:42 (439 leituras)
Luis R. Santos (Aquazulis)

Que possa eu seduzir a negra morte!
Marcar encontro num podre jazigo,
Fingir de amante, de noivo, de amigo,
Também das trevas devoto consorte!

Quiçá no amor, na paixão me conforte,
Encontre nela prazeroso abrigo,
Devasse o útero do vil inimigo
E incólume fique o da minha sorte!

Mas ela é tal qual traiçoeira pantera,
Mostra os dentes, mostra as garras de fera
Não obstante febril frenesim do cio!

Quando a noite se vestir de neblina
E o mocho piar, traçada será a sina!
Amante de corpo rígido e frio!

(Luís R Santos 10/3/11)


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 02/07/2016 02:42  Atualizado: 02/07/2016 02:43
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2087
 Re: Encontro Fatal
Parece um presságio...uma percepção...uma visão mental...

É possível seduzir a morte? (pergunta o Luis)

Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 02/07/2016 03:59  Atualizado: 02/07/2016 03:59
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2190
 Re: Encontro Fatal
Tocante! Ele tinha o poder de nos mostrar tao crua e belamente situacoes da vida.
Que estejas em paz meu amigo! Saudades eternas.

*Mary Fioratti*

Links patrocinados

Visite também...