https://www.poetris.com/
Luis R. Santos (Aquazulis) : Bailarina
em 03/07/2016 02:59:02 (524 leituras)
Luis R. Santos (Aquazulis)

Passos leves de exímia bailarina
Deslumbram a ampla plateia emudecida,
Exibe sua arte e técnica polida,
Dança apaixonada desde menina.

Ela voa no palco, aérea, divina,
Rodopia, piruetando destemida,
Abraça o espaço e logo de seguida
Rebola na terra, ágil, felina...

O público, boquiaberto e encantado,
Aplaude e aplaude o acto inusitado
E lança no palco salva de flores.

Após as vénias de agradecimento
Ela some, ligeira como o vento,
No dédalo austero dos bastidores.

(Luís R Santos 13/11/10)


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 03/07/2016 02:59  Atualizado: 03/07/2016 02:59
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2087
 Re: Bailarina
Não obstante tristezas pessoais no palco tudo são flores? (pergunta Luis)

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 03/07/2016 12:04  Atualizado: 03/07/2016 12:04
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 11955
 Re: Bailarina
Os sonhos de uma bailarina que agora estão imortalizados na obra do poeta lá de cima.

Links patrocinados

Visite também...