Luis R. Santos (Aquazulis) : se eu fosse
em 22/02/2017 14:14:56 (122 leituras)
Luis R. Santos (Aquazulis)

~
se eu fosse apenas chama! se me calasse
sem rodeios o vento! se me esvaísse em nada,
num átimo indolor, no auge da madrugada,
a mundos, altos, da lama qu'erode a face!

se eu fosse apenas água! hóspede em vasilha
de sonhos! a goles pela boca do estio,
frescura de Maio com lírios à beira rio,
tela translúcida de brilhos em flotilha.

se eu fosse o aço das arribas contra o mar!
ou a alma da pedra redonda no seu lugar!
se eu fosse! se eu fosse! e nada me sobra

além da vida, além da morte! e o luto,
que varre a alma, varre o corpo devoluto,
pela terra que em tumbas se desdobra..


~

Luís R Santos


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Links patrocinados

Visite também...