Luis R. Santos (Aquazulis) : Punhado de terra
em 23/08/2016 17:54:27 (625 leituras)
Luis R. Santos (Aquazulis)

Que este meu punho lírico um dia seja
punhado de terra a acalentar o berço
de uma rosa qualquer.
Que cresçam raízes da palma da mão,
latejantes como veias que ramificam
a chama dos corpos,
e que se enlacem em claridades,
por um sonho de pétalas rubras.
Que essa rosa qualquer
core de volúpia a noiva que a colher,
ou o enxoval cor de seio virginal,
e que o seu aroma cante na alvorada
a essência dos meus versos.

(Luís R Santos)


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 23/08/2016 17:55  Atualizado: 23/08/2016 17:55
Administradora
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2085
 Re: Punhado de terra
Contribuição de Vânia Lopez.

Enviado por Tópico
Umav
Publicado: 19/09/2016 23:10  Atualizado: 19/09/2016 23:10
Colaborador
Usuário desde: 10/08/2011
Localidade:
Mensagens: 1020
 Re: Punhado de terra
preocupante pensar que ele apagou o perfil aqui e no Recanto só encontro 61 de seus textos.

por favor, alguém me diz que em algum HD nesse mundo ainda se encontram os numerosos sonetos e poemas desse autor formidável... :(

Links patrocinados

Visite também...