Euclides Cavaco
Categoria : Vida e obra
Publicado por TrabisDeMentia em 12-Sep-2006 19:40

"Começou a escrever poesia nos seus anos académicos e tem feito dela uma constante da vida. Como incontestável amante do FADO, foi talvez no FADO que encontrou a sua inspiração maior."

Venha conhecer a vida e obra de: Euclides Cavaco


Euclides Cavaco, nasceu no concelho de Mira, distrito de Coimbra num berço humilde onde fez a instrução primária, mas devido às carências económicas do tempo não lhe foi possível então ingressar nos estudos secundários. Por isso muito jovem ainda decidiu ir para Lisboa a fim de arranjar um emprego e poder simultaneamente conciliar o seu grande sonho de estudar. Perseverante nesta sua aspiração, concluiu em Lisboa o curso geral dos liceus e frequentou posteriormente os estudos superiores.

Começou a escrever poesia nos seus anos académicos e tem feito dela uma constante da vida. Como incontestável amante do FADO, foi talvez no FADO que encontrou a sua inspiração maior. Por ele nutre uma transparente paixão consagrando-lhe grande parte da sua vida. Escreve-o para fadistas e declama-o com grande estro poético. Essencialmente dá-o a conhecer ao mundo.

Na década de 60 parte para Angola, onde fez o seu estágio para locutor da Rádio. Em 1970 num impulso de aventura radicou-se no Canadá, onde concluiu o curso em Gestão Administrativa (Business Administration) e onde ainda hoje reside.

Após alcançar o estatuto de empresário, funda em 1974 com um grupo de amigos o programa de televisão Saudades de Portugal, de cujo foi apresentador. Em 1976 é nomeado Comissário Público pelo Governo do Ontário. Em 1980 liga-se à criação da RÁDIO VOZ DA AMIZADE, de que é locutor e produtor há mais de 25 anos.

A obra de Euclides Cavaco são em resumo mais de 35 anos dedicados à divulgação da Língua e Cultura Portuguesa no Canadá e no mundo, bem como à dignificação das nossas coisas , da Nossa Gente e ao nome de Portugal através da sua poesia. Por isso, tem merecido diversas distinções honoríficas entre as quais se destacam:

• Condecoração oficial com a medalha de honra pelo Governo Federal do Canadá em 1992.
• Agraciado com a medalha e diploma de reconhecimento pelo Ministério da Cultura Canadiana em 1993.
• Premiado com o PRECOM da literatura em 2000 na cidade de Toronto.
• Destacado pelo “ Free Press” numa edição especial em Maio de 2000, como: “ The King of Little Portugal”
• Homenageado pela Assembleia da República Portuguesa com a medalha de mérito em 2001.
• Distinguido com o trofeu Prestígio e Dedicação das Comunidades Portuguesas pela revista Portugal em 2004.
• Muitos outros trofeus, placas, medalhas e distinções honoríficas lhe têm sido conferidas ao longo da sua carreira.

ECOS DA POESIA, é a sua página na Internet dedicada à POESIA PORTUGUESA , artísticamente ilustrada pelo talento da Web designer Mena Aur , cuja já registou mais de 126.000 visitas. Esta página dá peculiar relevância à POESIA DECLAMADA. Aqui encontrará RÉCITAS, POEMAS ILUSTRADOS, FADOS, BALADAS, CANÇÕES, PASSATEMPOS EM VERSO , PUBLICAÇÕES SEMANAIS e MUITO MAIS.

Obras do autor : PEDAÇOS DO MEU PAÍS, (obra poética , em cujos poemas preconiza o seu grande amor à Pátria que o viu nascer e deixa nítidamente transparecer com todo o sentimento a sua paixão pelo FADO). VOZ DA ALMA, ECOS DA POESIA , NATAL DA DIÁSPORA, RETALHOS DE FADO, QUANDO O MEU CANTO É POESIA, TERRAS DA MINHA TERRA, e PARTICIPAÇÃO EM DIVERSAS ANTOLOGIAS POÉTICAS. Outros trabalhos em curso a serem oportunamente editados.

Euclides Cavaco é membro de diversas academias e associações poéticas entre as quais se destacam: Associação Portuguesa de Poetas, Tertúlia de Bocage e Mensageiro da Poesia. Persevera escrevendo poesia deixando transparecer nos seus poemas a terna magia da sua inspiração. O seu género poético tem atraído a admiração e preferência de diversos intérpretes do FADO, da canção e das baladas. Muitíssimos temas seus foram já gravados em CD. (Alguns estão disponíveis na sua página) É autor de diversas rubricas de poesia publicadas em conceituados jornais, revistas e páginas na Internet. Paralelamente recita-a com grande convicção Lusíada nas frequentes aparições e entrevistas concedidas à rádio e TV , bem como nos espectáculos para onde é convidado procurando sempre glorificar o nome e a imagem de Portugal e DESTE POVO QUE NÓS SOMOS.


Entrevista com o poeta

Luso-Poemas- Um bom fado, para além de necessitar de uma boa guitarra e de uma boa voz, necessita também de uma boa poesia. Sente um prazer especial ao escrever um poema para um fado?
Euclides Cavaco- Sem dúvida que sim, mas para alem do prazer tem que haver indubitavelmente
a essência poética chamada emoção.

L.P.- O fado e a poesia são para si a aliança perfeita?
E.C.- São como que um casamento onde converge a perfeição.

L.P.- Os seus poemas correm o mundo hasteando a bandeira Portuguesa, entoando louvores a grande poetas e vozes, que também eles por sua vez, levaram nossas tradições, nossos costumes, nossa lingua além mar! Em que ponto se funde você, meu caro Euclides, com a própria cultura lusitana?
E.C.- Tenho uma alma Lusíada e dela deixo transparecer a minha inequívoca portugalidade com um desmedido orgulho de ser português e das minhas raizes numa constante da vida, tentando levar aos quatro cantos do globo a nossa cultura através da nossa poesia glorificando o nome de Portugal e deste Povo que nós somos.

L.P.- Como poeta, reconhecido nacional e internacionalmente, gostaria de dar algum conselho aos nossos colegas, especialmente áqueles que se iniciam agora nesta bela arte que é a poesia e que sonham um dia alcançar o prestigio no campo da escrita?
E.C.- Claro que gostaria de transmitir a todos quantos têm talento poético para o expressarem , mas NUNCA deixarem que as suas obras fiquem na gaveta. Devem mesmo ser pertinazes e sem receio usarem os meios mais eficazes para divulgação dos seus trabalhos a fim de os dar a conhecer ao mundo.


Euclides Cavaco- Desejo saudar todos os meus compatriotas e agradecer ao amigo Ricardo Costa a honra de me facultar esta peculiar oportunidade de participar neste conceituado espaço que tanto dignifica a poesia e a cultura portuguesa... Bem haja Ricardo.
Luso-Poemas- Muito obrigado caro Euclides por ter aceite nosso convite e acima de tudo, pelo seu contributo e divulgação da cultura portuguesa.

Gostariamos então de convidar todos os Luso-Poetas a visitarem a página deste nosso amigo e a deliciarem-se com suas poesias declamadas, fados e outros. Para ouvir e ver um exemplo do que poderá encontrar clique aqui!