https://www.poetris.com/





Cinco baladas de amor para cinco mulheres
sem nome
É muita pretensão da minha parte fazer aquilo que vou fazer aqui neste espaço nobre, destinado a eventos, apresentações, etc, mas vou fazê-lo.
Mesmo correndo o risco de ser notificado pela administração, mesmo que me digam aquilo que já sei.
Mesmo que me comentem dizendo: Estás a armar-te ao "cagalhão", pensas que és alguma coisa na escrita...,ou, mais forte ainda: - és um maniento, um convencido e um vaidoso.
Correndo todos os riscos, e porque pensei que o poema que vou postar aqui era o quinto de cinco que tinha escrito seguidos ontem, quando afinal era o sexto...
Aquele que fala do ciúme tinha sido o primeiro do dia...Não me lembrei.
Uma vez que a regra dos cinco por dia me está a deixar em ressaca, e também, como ensino aos meus alunos de desporto: as faltas são para se fazer...Vou quebrar a regra e editar o poema em questão.

Cinco baladas de amor para cinco mulheres


Um pedaço de sol chega-te meu amor?
Que tenho quatro ainda por dar.

Um pedaço de céu?
Serve-te amor como véu para casar?
Tenho três ainda por dar.

E um pedaço de mar?
Serve-te como céu?
Tenho dois ainda por dar

E o amor meu amor?
Tens algum para dar?

No final
Sobra sempre o poema.
Alguém o quer amar?


Ah, já sei...Vou aproveitar já agora o espaço para comunicar a todos os Lusos que apresento o meu segundo livro, na Feira do Livro de Barcelos, no dia 2 de Julho à noite.
Logo comunicarei a hora.
Já está na editora.
Ah (2x) Mudei o título...

Criado em: 30/5/2008 12:13
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Cinco baladas de amor para cinco mulheres
Super Participativo
Membro desde:
2/11/2007 15:37
De Vila Nova de Gaia
Mensagens: 121
Caro José,
De certeza que a administração não vai se importar, de teres postado aqui. Ainda se continua com o teu pensamento dos outros poemas. Mas que esta excepção não seja regra constante. Nesse caso, eles irão bloquear de certeza.

O teu poema está engraçado, vou ver como são os outros.
Mas não deixes de postar o poema no teu "bloco" no Luso.

Relativamente ao lançamento do teu livro.
Parabéns, e dá todos os pormenores do evento para chamar mais pessoal.
Beijos

Catherina

Criado em: 30/5/2008 14:13
_________________
"Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena."

FERNANDO PESSOA em Mensagem
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Cinco baladas de amor para cinco mulheres
Colaborador
Membro desde:
17/9/2007 20:42
De Barreiro
Mensagens: 1273
Pode ser que não, pode ser que sim, o mais certo é talvez. Isto em relação a seres chamado a atenção pela administração.

Como todos os textos que aqui publicas, este foi mais um dos que li. E que achei lindo de mais.

Quanto ao livro... ahhh isso sim, um evento literário, daqueles onde eu gostaria de estar presente. Vamos a ver se consigo. Vamos a ver

Criado em: 30/5/2008 14:55
_________________
Stone
***********

Pedra Filosofal
O sonho comanda a vida...


http://stoneartportugal.blogs.sapo.pt/
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Cinco baladas de amor para cinco mulheres
Colaborador
Membro desde:
8/2/2008 2:01
De Brasil
Mensagens: 4705
Pronto,
se te puxarem as orelhas, é bem feito.

Eu li os teus poemas, como vício que cultivo, e sem dúvida há muito em todos!

Todas as alegrias, desejo-te.

Sempre aqui,

Amora.

Criado em: 30/5/2008 15:32
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Cinco baladas de amor para cinco mulheres
sem nome
Caro José,

tu és um pretensioso compulsivo e acho bem que o sejas.

trabalhas que te fartas em prol da escrita, isso é notório, e de louvar.

mas pretensiosismo no sentido mais depreciativo do termo é, apelidar um poema teu, parido com a dor da entrega, de; engraçado.

Valha-me Nossa Senhora do Pedantismo.

Criado em: 30/5/2008 22:12
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Cinco baladas de amor para cinco mulheres
sem nome
Citando:

josetorres escreveu:
Cinco baladas de amor para cinco mulheres

Um pedaço de sol chega-te meu amor?
Que tenho quatro ainda por dar.

Um pedaço de céu?
Serve-te amor como véu para casar?
Tenho três ainda por dar.

E um pedaço de mar?
Serve-te como céu?
Tenho dois ainda por dar

E o amor meu amor?
Tens algum para dar?

No final
Sobra sempre o poema.
Alguém o quer amar?


Ah, já sei...Vou aproveitar já agora o espaço para comunicar a todos os Lusos que apresento o meu segundo livro, na Feira do Livro de Barcelos, no dia 2 de Julho à noite.
Logo comunicarei a hora.
Já está na editora.
Ah (2x) Mudei o título...


José Torres,

Sua balada é estranha, vc diz 5 baladas, para 5 mulheres, erraste na conta? ou eu estou contando errado?

Pois vejamos:

Para a primeira o sol...

Para a segunda o céu...

Para a terceira o mar...

Vc ainda tinha duas pra dar, deu um "drible" no poema e virou o jogo pra ti...rs

Isso é propaganda enganosa?...rs cadê as 5 mulheres?...rs


Criado em: 31/5/2008 0:22
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Cinco baladas de amor para cinco mulheres- Resposta a Helen de Rose e demais comentadores
sem nome
Minha amiga Helen, não foi em verdade o que aconteceu quando fiz o poema.
Repara: Um poema com cinco conjuntos de versos. Cinco intenções em cada um.

Um poema, com os elementos que referiste, três sim, mais o amor, que nesta partilha é outra entidade, quatro.
Este meu amor, não reparaste, mas é a quarta mulher. Pode estar em cada uma das três primeiras, ou pode ser uma só, quem sabe?
E a quinta mulher, essa é a poesia.
Posso contar-te um segredo:
- É a que mais amo.
Cinco mulheres, cinco badaladas...
"Eran las cinco de la tarde..."

A todos os que me perceberam nesta estranha alucinação de postar um poema, misturar uma apresentação e responder aos meus amigos Lusos, eu agradeço os comentários.
Para todos os que ficaram a dizer impropérios do meu quebrar da regra de edição de textos aqui, da minha vaidade, do meu narcisismo,eu respondo também com amizade:
- Ás vezes é preciso que haja alguém a quebrar as regras por vós, é preciso que alguém pague o preço de as dizer.
Um abraço a todos e saibam que já me desculpei junto da Administração.

Criado em: 31/5/2008 13:25
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Cinco baladas de amor para cinco mulheres
sem nome
Olá José,
desde já desejo-te muito sucesso e felicidades para o teu novo trabalho.

Beijinho
ConceiçãoB

Criado em: 2/6/2008 8:46
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Cinco baladas de amor para cinco mulheres- p/ José Torres
sem nome
Citando:

josetorres escreveu:
Minha amiga Helen, não foi em verdade o que aconteceu quando fiz o poema.
Repara: Um poema com cinco conjuntos de versos. Cinco intenções em cada um.

Um poema, com os elementos que referiste, três sim, mais o amor, que nesta partilha é outra entidade, quatro.
Este meu amor, não reparaste, mas é a quarta mulher. Pode estar em cada uma das três primeiras, ou pode ser uma só, quem sabe?
E a quinta mulher, essa é a poesia.
Posso contar-te um segredo:
- É a que mais amo.
Cinco mulheres, cinco badaladas...
"Eran las cinco de la tarde..."



Olá querido ousado, "quebrador de regras", estou aqui encantada com sua explicação e a generosidade da sua paciência de fazê-lo. Nesse momento, vc me deu o singular prazer de me pegar pela mão e me levar nessa viagem dos seus versos. Que maravilha!! Sinto-me privilegiada!! Só tenho que lhe agradecer, por esse momento.

Beijo enorme no seu coração!!

Criado em: 2/6/2008 15:59
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Cinco baladas de amor para cinco mulheres- p/ José Torres
Colaborador
Membro desde:
13/4/2007 19:01
De Machico - Madeira
Mensagens: 547
Olá José,
Eu adorei o poema bastante criativo. Podemos sempre dar algo a alguém e nada melhor que um "Céu".
Beijinhos

Criado em: 2/6/2008 17:26
_________________
Juve
Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados