https://www.poetris.com/
(1) 2 3 4 ... 91 »

04/11/2017 Má fé e Plágio
karinna*


*é ... TODAS AS POSTAGENS da senhora que já plagia tem uns oito anos, que voltou pra cá, são plagiados.
Atestei. Colhi provas. Avisei quem deveria ser avisado.
Falta enviar para administração.
Além de ludibriar leitores aqui que ingenuamente pensam q a dita é a autora, é patética a situação da mesma... digna de compaixão. Precisa apossar-se da escrita de alguém para sentir-se quista? Só por isso sente-se que não tem idéia do que realmente significa versar...não precisa ser Poeta para versar, mas precisa ser SEU o verso.
Patética situação...Vou continuar assistindo e colhendo provas.
Sim Sidney. ..plágio deve ser denunciado.
Porém vou esperar um milagre, da dita redimir-se.
Eu ainda creio na humanidade. Sou uma ingênua.

 


25/10/2017 Karinna querida
Semente

Colaborador

Estou contigo, minha querida amiga. O plágio continua, e as plagiadoras continuam fazendo de conta de que não é com elas...Coloquei no plural , porque nao é somente "ela", mas "elas" !

Beijo e conte comigo se pretender uma rebelião por aqui.


 


24/10/2017 Plágio
sendoluzmaior

Subscritor

karinna*, plágio cabe denúncia.

 


23/10/2017 FICARAO AS ROSAS
gillsan

Muito Participativo

FICARÃO AS ROSAS
Você já vai?
Que pena, amor...
Você está escolhendo uma vida do
“Sem mim” sem minha presença
Sem meus carinhos...
Quer partir?
Parte então, em buscas de novos
Caminhos, de nova vida, de novos amores...
Não ficarei só, com certeza
Ficará o teu perfume,
O teu cheiro na minha mente
O calor do teu corpo
Em nossa cama
Ficará a saudade das tardes
Com nossos amigos
Ficará o desejo, ficará o sabor dos
Teus beijos
Ficarão as noite de luar
As juras de apaixonados
Ficarão as estrelas, o mar
As noites de solidão
Ficarão as rosas
“Amo a liberdade,
Por isso deixo livre tudo que tenho.
Se voltar é porque conquistei,
Se partir é porque nunca possuí”
Ficarão as rosas!....

Gilson Luiz da Silva

 


22/10/2017 Dá um desânimo. ..
karinna*


...voltar ao site encontrar os diversos fakes da maior plagiadora que conheço a mil na vitrine...e são varios!
E ela está DE VOLTA.
Fácil de descobrir se vem com textos plagiados. Qdo eu tiver tempo vou ver.
Li alguns e não me parecem ser dela...só se em poucos meses fez um intensivo e enriqueceu o vocabulário!
Pena ... há muitos usuários aqui que não se importam de serem iludidos e ludibriados pela falta de respeito e ética dessa senhora.
Enfim, tomara fossem mesmo dela esses textos.
Maria Lúcia minha amada amiga, vamos ficar atentas!
Desmotiva-me sobremaneira ver esse site amado tomado de fakes e plágios.
K*

 


13/10/2017 Silêncio
Liduinan

Super Participativo

Open in new window De que é feito o seu silêncio, de que é feito a minha vontade de gritar, de que é feito a dor, de que é feito o seu gesto de amar, senão fragmentos de tempo, de existência que vida à dentro, à fora se arrasta... Quando você se depara com um nada, sente-se o mesmo nada, os sentimentos são mesmice, giramos e percebemos estarmos no mesmo lugar, o que conforta é o silêncio, é a falta de vontade de se fazer ouvir, no prazer de tudo dentro calar.
_ Liduina do Nascimento

 


13/10/2017 Lançamento da obra "A Arte pela Escrita Dez, Vários autores dia 14 de outubro em Porto, Portugal.
DianaBalis

Colaborador

Tenho o prazer de convidar amigos e poetas, acontecimento em Portugal.

Lançamento da obra "A Arte pela Escrita Dez, Vários autores dia 14 de outubro em Porto, Portugal.

Para participar desse evento acesse página do facebook abaixo e fale com Dionisio Dinis. Mosaico editora. Muito feliz em participar dessa obra como escritora,

Diana Balis

facebook
www.facebook.com/events/300158137151431/

 


12/10/2017 O Meu Conto de Natal
PoetaSenior

Super Participativo

Porque razão o meu texto "O Meu Conto de Natal" tem uma advertência falsa?

 


04/10/2017 quem espera que a vida seja feita de ilusão pode até ficar maluco ou morrer na solidão"
@poetamilnovo

Da casa!

se não confia em você mesmo com pode confia nos outros?

pense nisso!!Open in new window


 


01/10/2017 Sou
Liduinan

Super Participativo

O que eu sou é tão fácil explicar, porque sei que sou,
Poesia, tristeza, alegria, silêncio, ironia, fidelidade,
Chuva, riacho, nuvem, palavra, cor, sou louca,
Vitória, medo, fracasso, medo, gratidão, sou passado,
Estrada, chegada, negação, abraço, aflição, tranquilidade.
Sei que sou, única, e sou um pouco da minha cidade.
Sou trabalho, força, aprendizagem, estação, sou muro,
Folha, fé, semente, sonho, flor, desamor, apuro.
Sou sol, seca, fome, sede, perdão, arrependimento,
Tentativa, ida, volta, tormento, desalento,
Mágoa, recomeço, céu, terra, segredo, sou fria.
Sou cactos, solo, gratidão, amor, dor, sinceridade.
Sei que sou, mar sorriso lágrima avesso, orvalho, arredia.
Esquecimento, devaneio, gratidão, final de ilusão sou.
Sou compreensão, vazio, emoção, noite, crepúsculo,
Mãe, liberdade, espanto, bondade, esperança, felicidade.
Sou àquele pássaro que canta, sou antiga, sou criança.
Sou audácia, futuro, esperteza, presente, sou filha.
Quando se trata de um filho, sou leoa, sou fortaleza,
Sou solidão, paixão, revolução, saudade, inocente, incerteza.
Sou o que restou do amor, já não sou fantasia.
Eu não sou o que você acha de mim, sou o que você não vê.
Sou incompreensível, assim inalcançável, sou uma ilha.

_ Liduina do Nascimento




.

 


(1) 2 3 4 ... 91 »

Links patrocinados