https://www.poetris.com/



(1) 2 »


auto-entrevista
Super Participativo
Membro desde:
14/10/2011 14:51
Mensagens: 132
auto-entrevista

se quereis saber de mim é por que quereis saber mais... deixo-me em 12 respostas....

1. como me chamo?

nadir alexandre caetano

2. em que país gostaria de viver?

num país que me deixasse ser completamente livre, mas que as fronteiras da liberdade fossem reconhecidas e respeitadas por toda a sua população.

3. qual é o maior desejo?

ter uma vida sólida e preenchida de laços criativos. é essa a verdadeira cultura.

4. para viver: campo ou cidade?

campo sem dúvida. é lá que a vida tem mais sabor.

5. e o maior objectivo?

escrever um livro e depois fazer da escrita o modo de vida.

6. a melhor viagem teria como destino?

tibete. para mim, e em vários aspectos, é lá que mora a região mais alta do mundo.

7. desporto favorito?

xadrez. completo e muito intenso.

8. o que é a cultura?

é a definição de um povo. depois vem, logo a seguir, a dimensão do seu país.

9. três qualidades que gosto de ver nos meus amigos?

carácter, inteligência e humor

10. o melhor amigo do mundo?

o livro. sempre na mão e que nos acompanha, ensina e nos faz sentir vivos.

11. o que mais amo pode ser?

o que considero mais importante para mim. aquilo que me fará lutar todos os dias.

12. num idioma que queira diga o qual é esse grande amor?

jag älskar att skriva


adeus.

Criado em: 16/10/2011 18:20
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: auto-entrevista
Colaborador
Membro desde:
9/4/2011 1:11
De Lisboa, Portugal
Mensagens: 1822
Olá Nadir.
Bela ideia a de uma auto-entrevista, até deixaria como sugestão para mais Luso Poetas fazerem, poderiamos aprender todos um pouco sobre os outros.

Abraços e Felicidades.

Criado em: 16/10/2011 22:43
_________________
Open in new window
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: auto-entrevista
Super Participativo
Membro desde:
14/10/2011 14:51
Mensagens: 132
Ghost,

é essa a ideia. apenas foi o primeiro passo, outros podem dar o seu passo e todos juntos faremos a caminhada.

reconhecido.

nac

Criado em: 16/10/2011 22:57
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: auto-entrevista a MarcoPaulo
sem nome
QUEM É MARCOPAULO?

José Ilídio Torres

PORQUE SE REGISTOU COM UM PERFIL NÃO IDENTIFICADO?

Tive receio de levar um tiro. Depois, porque uma parte da minha família mora aqui e achei que tinha direito a alguma privacidade.

DE QUE LHE SERVIU A EXPERIÊNCIA?

Foi muito curioso descobrir que muitos que se dizem admiradores da minha escrita afinal nunca me souberam ler. Outros confirmaram aquilo que eu já sabia.

COMO OLHA PARA O SEU PASSADO NO LUSO-POEMAS?

Não me orgulho muito de alguns actos terroristas que realizei. Mas como dei sempre a cara e nunca me escondi atrás de um avatar, acho que posso ser indultado.

O SEU MAIOR ERRO?

Neste processo ter perdido a cabeça e ter sido verdadeiramente mau para alguns utilizadores. Em relação a outros ainda não atingi o arrependimento. Enfim, também nunca disse que era santo.

A SUA MAIOR VIRTUDE?

Ter escrito aqui 5 ou 6 livros que depois editei.

A SUA MAIOR FRUSTRAÇÃO RELATIVAMENTE AO SITE?

Terem apagado o perfil Maria Cura sem me ter sido dada a possibilidade de gravar os textos e os comentários. Os que sabem o significado disso, entendem perfeitamente o que quero dizer. Quem ainda hoje lê o livro «Diário de Maria Cura» vem de imediato ao luso pelo link presente no livro procurar a personagem, mas infelizmente, não a encontra.

PROJECTOS PRESENTES E FUTUROS?

Após a saída do Luso escrevi e publiquei «A Lenda das Cruzes» - Lenda da cidade de Barcelos

Tenho dois livros escritos e que vão ser editados em breve:

«O amor é um tema batido» - Poemas

«4 histórias de pais e filhos» - Infanto-juvenil

Estou a trabalhar num livro encomendado por uma O.N.G. cujo trabalho se desenvolve em Moçambique.

O QUE GOSTARIA DE DIZER AOS UTILIZADORES DO SITE?

Foi aqui que me fiz escritor e há um encantamento qualquer no Luso que não consigo explicar.
Já não escrevia um poema há alguns meses. Bastou entrar aqui e já escrevi quatro...
Por isso acho que vale sempre a pena lutar por um site melhor, na consciência de que as suas imperfeições e especificidades são parte desse encanto.

A FINALIZAR...

Pedi ao Webmaster que eliminasse este perfil MarcoPaulo.







Criado em: 17/10/2011 5:56
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: auto-entrevista a MarcoPaulo
Colaborador
Membro desde:
22/8/2009 4:28
De Porto
Mensagens: 3332
Apesar das nossas divergências passadas lamento que não continues por aqui.

abraço Torres


Criado em: 17/10/2011 9:22
_________________
A coragem é a primeira das qualidades humanas porque garante todas as outras.
Aristóteles

meu Blog - http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

Blog da Lavra...Boletim de Poesia - http://lavraboletimdepoesia.blogspot.com/

@cartascemremetente
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: auto-entrevista
Colaborador
Membro desde:
1/12/2007 10:08
De Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7113
Por mim, pode vir quando muito bem entender e também o receberei com gosto a partir do momento que venha com uma escrita mais moderna, quero dizer, sem provocar quem quer que seja.

Vá, este abraço da casa amarela

Eu tinha pensado em si devido ao estilo de escrita, mas pensei a um outro, devido a uma palavra escrita em francês no meio do português.

A. da fonseca

Criado em: 17/10/2011 10:34
_________________
SOU COMO SOU E NÃO COMO OS OUTROS QUEIRAM QUE EU SEJA

Sociedade Portuguesa de Autores a Lisboa
AUTOR Nº 16430
http://sacavempoesia.blogspot.com em português
http://monplaisiramoi.eklablog.com. contos para as crianças de 3 à 103 ans
http://a...
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: auto-entrevista a MarcoPaulo
Colaborador
Membro desde:
27/10/2006 20:09
De Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
Estavas mortinho por te desnudar!!

Nu és mais bonito.

Valdevinoxis

Criado em: 17/10/2011 10:39
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: auto-entrevista
Colaborador
Membro desde:
1/12/2007 10:08
De Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7113
Já que alguém deu a ideia de continuar a haver de auto-entrevistas, disse para com os meus botões, porque não?
Logo aqui vai a minha AUTO ENTREVISTA.

-Quem é o Alberto Fonseca
-O Alberto Fonseca, é o Alberto Fonseca e não um Fack.
-Isso já nós sabemos, mas conte-me por exemplo, como se acha como poeta?
-Eu nunca achei nada, tenho a certeza, a certeza que sou um simples poeta amador que escreve uns poemasitos de baixa qualidade, tirando um ou outro menos mau.
-Começou a escrever com que idade? Na escola, nunca escreveu poesia?
-Nem uma rima sequer, mas engraçado é, que eu tinha jeito, segundo a minha professora para declamar e muitas vezes ela me fez declamar alguns poemas para mostrar aos que declamavam menos bem, como deveria de ser e a prova; quando deixei a escola, a professora disse à minha mãe que eu deveria de seguir esse caminho, o caminho da declamação, mas infelizmente isso não foi possível.
A escrever, comecei aos 54 anos.
-Então como apareceu aqui no Luso Poemas?
Bom, quando comecei a progredir um pouco, não conhecia o Luso Poemas, e encontrei o JEPOEME, um site de poesia em francês e lá comecei a publicar. Tive um pouco de sorte, fui bem aceite e até recebi de bons comentários o que me deu mais vontade de continuar.
Assim sendo, procurei na internet um site em português e encontrei, felizmente em Dezembro de 2007, o Luso Poemas, que meu encheu de felicidade por poder escrever na minha língua maternal e assim comecei. Acabei por aperceber, que já era mais fácil escrever poesia, mesmo fraca, que escrever português, pois que ao fim de tantos anos de França, o meu português que com o qual nunca tinha tido problemas, passei a ter, escrevia convencido que era mesmo bom em português, mas era isso sim, um desastre.
Comecei a receber lições de português dadas pelos nossos amigos e verdadeiros poetas do Luso, aos quais muito agradeço, sempre amáveis na explicação, um grande abraço aos meus professores.
Hoje, ainda dou alguns erros e na maior parte do tempo, por distracção e honra-me uma apreciação do nosso amigo e grande poeta/escritor António Paiva que me felicitou pelo progresso que fiz em português, obrigado caro poeta António Paiva.
-E hoje? Já se sente capaz de ombrear com os poetas do Luso?
-Nem por sombras! Eu estou limitado no meu conhecimento de poesia, tenho aprendido muito e praticamente tudo o que sei, aprendi com os nossos amigos poetas e poetizas, eu vou progredindo... mas eles também... logo sou como um atleta dos 100 metros, estou na segunda linha, quero aproximar-me do atleta da frente, mas este sendo mais forte continua a acelerar eu vou ficando cada vez mais para trás.-
-E qual é o tema que prefere escrever?
-Sou um generalista e não um especialista rsrsrs, logo, escrevo um pouco de tudo, mas o amor está sempre em primeiro, escrever sobre a sociedade, sobre a pobreza, sobre os maus tratos às nossas crianças, escrever revoltado por saber que como li ainda esta semana que o Presidente da Galpe ganha por ano 3 milhões e 330 mil euros e o governo estimar que o salário mínimo não pode ser de 500 euros por mês, é vergonhoso e uma ofensa aos trabalhadores.
-Ultimamente não leio muitos poemas seus publicados, há uma razão?
-Sim, há uma razão, a minha saúde. Neste ultimo ano a minha saúde piorou e muito, logo, não tenho coragem para escrever, por vezes tento, mas não tenho inspiração, e como não sou poeta ainda pior é.
-Quer deixar uma mensagem para os poetas e poetizas do Luso Poemas?
-Claro que sim! Em primeiro, agradecer a todos os que me ajudaram a escrever, aos que nos maus momentos de saúde, pelas mensagens de carinho que me enviaram, não posso também esquecer um momento muito especial em que tive a felicidade de conhecer ao vivo em Lisboa num jantar em que uma nossa muita amiga e gentil Vera se prepôs a organizar, convidando outros nossos amigos para assim nos conhecermos, foi um fim de dia inesquecível.
Obrigado a todos e a todas, forte abraço, e uma grandes beijocas
Bem hajam

Criado em: 17/10/2011 11:32
_________________
SOU COMO SOU E NÃO COMO OS OUTROS QUEIRAM QUE EU SEJA

Sociedade Portuguesa de Autores a Lisboa
AUTOR Nº 16430
http://sacavempoesia.blogspot.com em português
http://monplaisiramoi.eklablog.com. contos para as crianças de 3 à 103 ans
http://a...
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: auto-entrevista
Colaborador
Membro desde:
27/10/2006 20:09
De Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
E assim, o tópico que era a apresentação do Nadir acaba por ser tudo menos isso.

Desculpe, Nadir.

Bem vindo

Valdevinoxis

Criado em: 17/10/2011 11:37
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: auto-entrevista
Super Participativo
Membro desde:
14/10/2011 14:51
Mensagens: 132
Valdevinoxis,

reconhecido pelo seu comentário. já tinha reparado nesse pormenor, mas o importante é que cada um possa escrever, mesmo que seja em qualquer lugar, por que afinal também para isso foi este tópico criado.
mas a sua postura mostra-nos que é alguém que se insere nas condições da minha resposta 9. parabéns por isso.
agradecido pelas boas-vindas!

abraço
nac

Criado em: 17/10/2011 12:01
Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados