Parceiro da Solidão (Ode ao Velho Safado)

Data 30/06/2010 03:46:30 | Tópico: Poemas

Parceiro da solidão?
Neste quarto apertado
Não me sinto só...

392 discos de vinil

223 CD’s

5 garrafas:
Run Montilla
Cachaça 51
Steinhäger
Licor Estância
Cachaça Magnífica

Alguns livros:
Bukowski
Rodrigo Santos
Rod Britto
Jack Keroauc
Antonio Tolissano

Revista Rolling Stone
Sobre a bancada onde bebo
E escrevo este poema

Meu velho violão

O meu colar Pataxó pendurado na janela

Na parede:
Iggy Pop se contorce
Michael Stype me rejeita
Jim Morrisson me abraça
E dois Wellington de Sousa me enlevam

Tenho o meu mundo de loucura
Minhas dimensões paralelas

Não tenho mulher
Não tenho cão e nem gato

Tenho a velha bailarina de porcelana
De minha mãe

Nick Cave sussurra em meu ouvido
Hoje não tem mensagem no celular
Tenho que fazer compras
Comprar carne e cerveja

Não tenho cartão de crédito
Nem crédito na praça
[a praça me odeia]

Fé eu tenho
Mas não na humanidade

Não tenho dinheiro
Nem carro para buscar companhia

Mas tenho a minha cara-de-pau
Para encarar o mundo do meu jeito.

São Gonçalo, 08 de outubro de 2009.


(bebendo cachaça com guaraná após ler "O Amor é Um Cão dos Diabos", de Charles Bukowski).




Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=139480