mar do olhar

Data 11/07/2013 23:13:18 | Tópico: Poemas

debruçado à janela
me afoguei
no mar que é olhar

quem poderá me salvar
da pluralidade do mundo?
me afoguei
bebi toda a água
das imagens

os barcos da janela
navegam
no mar do olhar

o olhar olha
e é todo um mar
um peso de mar
que empurra, arrasta
a janela
para longe



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=251551