Marta semidigitígrada

Data 02/08/2013 15:12:06 | Tópico: Poemas

Vai airosa como um raio que mata
O tesão nas tetinhas tão firmes
Que o mais guloso olhar farta
Por sentir prazeres tão sublimes

Busca carne e leite a boa Marta
Exibindo o pelo tão luxuoso
Sempre mais gulosa vai à cata
De um potencial merecido esposo

Encontra um numa esquina
Dois ou três no meio da rua
Quatro ou cinco mais além

Com um pelotão vai a menina
Tão formosa tão boa tão nua
E não vai com mais ninguém.


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=252975