No Céu Da Tua Boca

Data 14/09/2014 15:59:31 | Tópico: Poemas

No céu da tua boca
Luziam mil estrelas
Parecidas pirilampos
Vadiando pelos campos.

Teus lábios vermelhos
Eram minha perdição
Também eram os cabelos
Que caíam em nós, novelos ,
Que quase tocavam o chão.

Os olhos baixos, a noite escura
Quando subiam as pálpebras
Pareciam que eram duas luas
Cheias de belezas e de canduras.

Quando meus olhos viam o colo
Se agigantavam, viravam espelhos
Reverberavam os rosados dos seios
Percorrendo todo corpo até o solo.

Perscrutando todo aquele relevo,
A geografia envolta em curvaturas
Fazem os versos que eu escrevo
Parecer dotados de temores e ternuras.

Auscultando ao redor do ambiente
Penetrando o meu no teu coração
Que,em uníssonos, batem presente...
Toco, no céu da boca, tua constelação.





Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=278552