ALMA NUA

Data 24/02/2015 17:12:26 | Tópico: Sonetos

Visto-me do teu mais puro sorriso
O que brota da alma, para a alma.
E invade o olhar por cortinas calmas
Como a luz que a manhã traz, sem aviso

Visto-me da tua mais louca euforia
A tocar meus sonhos, em acordes e cores
Partitura dos meus dias, traçada em flores
Pelo o som da tua voz, gostosa melodia

Pois que tu és meu rumo e jornada
Curso perfeito, na luz da alvorada
A guiar-me o peito em amor delirante

E assim, ser bem mais que um instante
O toque que me causa na pele a febre
Luz d\'um sentimento, que nada encobre

(Rita São Paulo)


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=288486