Não sei como idealizas o amor !?

Data 21/03/2015 00:13:54 | Tópico: Poemas







Minha avó ensinou-me que o amor é como o queijo fresco .

Não necessita de muitos ingredientes, só de dois …depois, basta juntar dedicação infinita, um tempo preciso, um lugar ideal para que a união dos temperos não azedem e se moldem de forma compacta e equilibrada …

Na minha vida esperei que o amor fosse dessa simplicidade tão difícil de alcançar …

Por isso procurei o outro “ingrediente “ a alma gémea que todos sonhamos encontrar…

Errei, sobrevoei o céu, mudei de continente há procura desse chão com a mesma cor dos seus olhos …

Depois de muitas tentativas, resignei-me nos braços de um mártir …de uma causa emancipada de Deus vivo...

Mais tarde, numa tarde de domingo, ouvi a minha avó dizer que o segredo para realizarmos o melhor queijo fresco é sermos exigentes connosco mesmo e percebemos que podemos melhorar sempre ….
Em forma de desabafo me dizia que ainda sonha em fazer o melhor queijo de sempre …

Talvez meu erro, foi não perceber que temos de ser dignos de encontrar essa alma, e quando a encontramos, fazer de tudo para não deixarmos de ser a mesma alma que a outra pessoa sempre procurou …





Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=289735