Lusitana

Data 20/05/2015 12:18:41 | Tópico: Poemas

Entre serras e mar, se foi encontrar
Nasceu a menina que só no português entende amar...
Que nos montes vê beleza
Que na praia devolve a tristeza
Polida por Deus a tempo inteiro
Atracção de paixões e algum devaneio...

Marca com flor ao peito, sem vergonha da paixão
É sincera e humilde no seu coração...
Faz das dores suas forças e das forças tira dores...

Sem saia curta mostra a franqueza
De uma mulher do norte sem qualquer frieza...
Fala de amores como só ela sabe
Do que carrega e que só no peito cabe...

Canta aos lírios, ás rosas e aos cravos
Caminha de mão dada contigo pelos prados...
Faz do seu amor uma vitória
onde com o seu companheiro quer fazer história...

Dança e se encanta na melodia da natureza
Se perde em cinco recantos da sua proeza
De vermelho a cor da sua paixão
Se destaca com seus lábios no meio da multidão...

E quando ama, mostra o seu jeito de menina, de mulher...
Que estará contigo para o que vier,
Entre quatro linhas te vai arrepiar
Com jeito de Lusitana e com fogo no olhar...

- Daniela Nunes













Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=293206