https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Lusitana

 
Entre serras e mar, se foi encontrar
Nasceu a menina que só no português entende amar...
Que nos montes vê beleza
Que na praia devolve a tristeza
Polida por Deus a tempo inteiro
Atracção de paixões e algum devaneio...

Marca com flor ao peito, sem vergonha da paixão
É sincera e humilde no seu coração...
Faz das dores suas forças e das forças tira dores...

Sem saia curta mostra a franqueza
De uma mulher do norte sem qualquer frieza...
Fala de amores como só ela sabe
Do que carrega e que só no peito cabe...

Canta aos lírios, ás rosas e aos cravos
Caminha de mão dada contigo pelos prados...
Faz do seu amor uma vitória
onde com o seu companheiro quer fazer história...

Dança e se encanta na melodia da natureza
Se perde em cinco recantos da sua proeza
De vermelho a cor da sua paixão
Se destaca com seus lábios no meio da multidão...

E quando ama, mostra o seu jeito de menina, de mulher...
Que estará contigo para o que vier,
Entre quatro linhas te vai arrepiar
Com jeito de Lusitana e com fogo no olhar...

- Daniela Nunes











 
Autor
CristinaNunes
 
Texto
Data
Leituras
435
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
2
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 21/05/2015 07:11  Atualizado: 21/05/2015 07:11
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3687
 Re: Lusitana
talvez pelo adiantado da hora (03:06) comece o meu comentário pelo fim, Parabéns pelo seu texto. De facto está aqui quase tudo sobre a Lusitana, pouco falada, o Lusitano, sim. Depois "de vermelho a cor da sua paixão", o "fogo no olhar" e na face (acrescento eu), ou a humildade do seu coração, ficando a faltar sempre a saudade desta mulher imparável. Mas "Canta aos lírios, ás rosas e aos cravos", ou Entre serras e mar, se foi encontrar
Nasceu a menina que só no português entende amar...", é de facto superior. Obrigado.

Agradeço-te