ME PERDOA?

Data 14/09/2018 22:21:26 | Tópico: Poemas

Ainda que em meus destemperos,
(levando-se em conta um temperamento forte),
em saia da margem em algumas situações,

(...) confesso,
humildemente que, mesmo errando,
desejo acertar...

Não me prevaleço
de que sou cheia de imperfeições e muito menos
da minha frágil condição humana, para achar que posso
eximir-me em assumir as consequências
dos meus atos (escolhas) mas,

(...) contando sempre
com a misericórdia de Deus e a bondade do teu coração,
sinto-me mais tranquila e confiante em formular
um pedido de perdão por ter, ainda que
de forma inconsciente, te desgostado
de uma maneira ou de outra.

Me perdoa?
A minha benquerença é incontestável, viu?
Obrigada por tudo!


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=338784