DESPIDA... DE MIM!

Data 25/10/2018 00:37:30 | Tópico: Poemas

Leram a minha poesia
enquanto eu dormia
Senti-me despida de mim
E não sabia mais ser assim

À procura de uma pista eu vim
Apenas para ter certeza de mim...
A vida continua...

Espero silenciosamente
Que o Tempo acalme as horas
Ou que a Poesia me relembre
O que há muito esqueci.


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=340092